Luan Freitas (4 min)

Hoje fiquei bem surpreso com a morte de mais um ídolo, o Chester Bennington do Linkin Park.
O Linkin Park certamente foi uma das bandas que mais marcou minha adolescência e muitas vezes, até nos dias atuais, os gritos de Chester me traziam paz, como se pudesse dar vazão a toda a minha raiva , dor e aflição.
Há fortes suspeitas de suicídio, mas não dá para afirmar nada ainda, mas queria puxar o gancho para o tema.

Por que ao se tratar de artistas vemos com tanta a frequência o uso intenso de álcool, drogas e várias outras coisas? Confesso que ainda tenho um pouco de dificuldade de entender essas coisas.

E é curioso como nós também costumamos cair nessas ciladas de buscar solução em fontes prazer efêmero, de prazer temporário, que no longo prazo não nos traz paz, plenitude e felicidade.

Toda vez que eu vejo sobre o tema suicídio me traz uma aflição, porque é uma violência que ocorre de uma maneira diferente, de uma maneira silenciosa mas intensa.

Acredito muito no poder da inteligência emocional, para mim cada dia é mais claro que o que afasta o ser humano da felicidade são suas atitudes comportamentais e a maneira como se enxerga os revezes da vida.

Não sou psicólogo, nem profissional da área, mas o estudo do comportamento humano é algo que muito me interessa. E quando se trata de depressão, ainda mais quando atinge o ponto de se considerar a subtração da vida, eu vejo 3 estágios para tentar se livrar disso

1 – GRATIDÃO

A felicidade está onde você quer que ela esteja, é onde você aponta o holofote, onde você foca sua atenção. Eu posso te contar duas versões da minha história de vida, na primeira você pode achar que eu sou um pobre coitado e na segunda você pode me enxergar com um exemplo de perseverança e superação.

Não conheço a sua história de vida mas EU DUVIDO QUE NÃO TEM NADA DE BOM ACONTECENDO NA SUA VIDA.

É muito importante parar para analisar tudo bom que você tem.

“Você tem um teto para morar?”
“Está conseguindo se aquecer nesse frio?”
“Recebeu um bom dia”
“Passou por um belo ipê florido no seu caminho?”

Enfim, sempre tem alguma coisa boa acontecendo, pare e observe mais

E ESCREVA. Quando você escreve, você traz o pensamento para o campo do concreto, sua felicidade e alegria se torna mais real

2 – SEJA PROATIVO

Agora você já percebeu que não só de coisas ruins você está rodeado, é hora de chamar a responsabilidade para si.
Stephen Covey diz que ser proativo está muito além de tomar iniciativas. Para ele, o mais alto nível de proatividade se trata do controle e gerenciamento dos seus sentimentos.

“NINGUÉM PODE TE FAZER SE SENTIR INFERIOR A NÃO SER QUE VOCÊ PERMITA”

Quando você pára e percebe que você tem essa escolha, você acaba de tomar posse da maior das liberdades, aquela que NINGUÉM é capaz de tirar de você.

Você não pode controlar o ambiente nem as pessoas mas VOCÊ PODE CONTROLAR A FORMA COMO REAGE A TUDO ISSO

3 – BUSQUE UM PROPÓSITO

Ter um propósito de vida faz bem à saúde, traz felicidade e é capaz até de aumentar o desempenho sexual. Não sou eu quem está falando isso, mas um grande especialista em saúde pública chamado Victor Strechter, que tem um livro inteiro dedicado a mostrar por meio de pesquisas científicas e análises filosóficas a importância de um propósito.

E serve qualquer propósito?

Não necessariamente. Deve ser algo maior que você, deve ser algo que vá além do prazer temporário.
Tem que ser algo que gere impacto positivo, não só para você para as pessoas ao seu redor.

Quer uma referência? Lembre-se da Regra de Ouro: “Ame ao próximo como a si mesmo”, “Faça aos outros o que gostaria que fizesse com você”

Redija sua missão de vida e quando você se sentir perdido, indeciso, volte ao que você escreveu e relembre o que você determinou como o impacto que você quer deixar no mundo.

4 – (etapa extra) – PEÇA AJUDA

Tem vezes que você simplesmente está muito fragilizado para tentar resolver as coisas por si só.

Ninguém te escuta? Acha que ninguém vai te entender? Escreva! às vezes descarregar no papel pode ajudar bastante =D

Se eu puder ajudar em alguma coisa, pode chamar

2 comentários em “So numb, no more

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s